Na 36ª edição do Anuário Informática Hoje, a Micro Focus se inclui entre as 200 maiores companhias de TI e telecom no Brasil. Neste ano, a empresa fica na 54ª, em um ranking, baseado em comparação de receita líquida, que inclui grandes operadoras, provedores de serviços, fornecedores de hardware e software em todos os segmentos. Na edição anterior, a Micro Focus Brasil tinha passado de 72ª à 66ª posição. Em entrevista ao Anuário, Marco Leone, vice-presidente e general manager no Brasil, destaca a estratégia de reforçar o atendimento a demandas e oportunidades em regiões fora do eixo Sudeste, inclusive por meio da atuação de parceiros.

Entre as condições de mercado que impulsionaram o crescimento da Micro Focus Brasil, a migração de cargas de mainframe para a nuvem avança aos sistemas críticos. Nesse contexto, ferramentas de suporte a implementações na AWS, a compatibilidade do COBOL a nuvens e contêineres e outros lançamentos contemplam as necessidades atuais, de ganho de eficiência, e abrem um caminho de inovação do legado. Ou seja, neste momento a maioria das companhias buscam migrar suas cargas, enquanto a Micro Focus já torna o ambiente preparado para revitalizar e maximizar o valor do legado em microsserviços e esteiras de DevOps.

Além do suporte às aplicações, as premissas relacionadas a proteção de dados e compliancedata warehouse,IAM (gestão de identidades e acesso) também geraram demandas relacionadas ao ambiente de nuvens híbridas e segurança zero trust.

Evidentemente, a adoção de estruturas multicloud cada vez mais complexas trouxe a necessidade de automação e inteligência na gestão de operações.

Qualidade dos serviços digitais definem produtividade e sucesso no mercado

No Anuário, Marco menciona uma expansão acentuada no segmento de Varejo, até pelo peso que o e-commerce ganhou na sustentabilidade de muitos negócios. A combinação do aumento de volume e da importância das aplicações reforçou a atenção à Qualidade de Software, assim como aos testes de performance e a segurança das aplicações.

Os canais digitais não foram importantes apenas para o público externo. A massificação do teletrabalho e a consolidação de um modelo híbrido levam as empresas a estender as experiências bem sucedidas com a gestão de serviços de TI à gestão de serviços empresariais (ESM), com casos de uso dos recursos de workflow e automação em outras centrais de serviços além de TI.

SaaS habilita inovação com baixo risco e impacto financeiro

Tanto os grandes clientes tradicionais quanto os novos usuários das soluções Micro Focus, em sua maioria, têm a nuvem como plataforma preferencial (cloud first) e arquitetura de referência. A Micro Focus também transforma seus produtos e modelos comerciais.

Do ponto de vista da arquitetura, algumas soluções passam a ter a alternativa de rodar em contêineres, o que simplifica muito as implementações e agrega muita flexibilidade na escolha de plataformas (em nuvens privadas ou públicas) e no balanceamento.

A Micro Focus está também executando um road map de lançamentos em SaaS, que se estende durante 2021 e 2022. Ao mesmo tempo em que apresenta as vantagens de custos on demand, agilidade de implementação e outras motivações para o SaaS, as soluções providas nessa modalidade têm as mesmas funcionalidades da versão on premise, com os mesmos níveis de segurança e usabilidade.

Saiba mais sobre
as soluções de TI da Micro Focus

Informe seus dados e entraremos em contato






    Prometemos que não enviaremos spam ;-)